Investir em imóvel para aluguel em Lisboa é bom negócio? - Bergen Global

Blog

Bem vindo ao blog Bergen Global

Investir em imóvel para aluguel em Lisboa é bom negócio?

O mercado de imóveis para locação em Lisboa está em um momento especial.

Aqui está um resumo de noticias publicadas em várias midias, sobre este tipo de investimento.

– – –

Alguns dados de aluguel de curta temporada em Lisboa, sobre a quantidade de apartamentos em regime de curta temporada no site AirBnb mostra um crescimento de 20,45% entre Maio/16 e Fevereiro/17.

E o retorno sobre o aluguel dos apartamentos que tem melhor performance no site registraram um aumento de rendimentos em torno de 20% no mesmo período.

O imóvel mais rentável no site no último ano gerou mais de €150K, para quem tiver curiosidade, o apartamento é este: www airbnb.co.uk/rooms/29720
– – –

O mercado em Lisboa está muito aquecido, com novidades muito bacanas, vários novos empreendimentos residenciais que costumam agradar muito os brasileiros, com preços super interessantes, em região super “trendy” de Lisboa.

São excelentes oportunidades para investimento, já que os preços começam em 275.000 Euros e devem subir bem nos próximos anos, além de serem em região que funciona muito bem para aluguel de temporada.
– – –
Interessante também o artigo publicado por Giuliana Morrone na Folha SP: “Preço dos imóveis do centro histórico de Lisboa tem alta de 19% em um ano”

Comprar um imóvel em Lisboa está cada vez mais caro, sobretudo na valorizada região do centro histórico.
Um levantamento indica que, em 2016, o preço dessas propriedades subiu 19% em comparação ao ano anterior.

Segundo pesquisa da Confidencial Imobiliário, empresa especializada em indicadores de mercado, o valor dos imóveis no centro histórico da capital portuguesa vem crescendo ininterruptamente desde o segundo semestre de 2014. Uma alta de 46% em pouco mais de 3 anos.

Embora o centro histórico tenha uma valorização mais acentuada, os preços dos imóveis no resto da cidade também ficaram significativamente mais elevados, com alta acumulada de 36% no mesmo período.

Extrapolando um pouco o escopo da pesquisa, nota-se que o cenário é o resultado de uma combinação de vários fatores, mas com destaque para dois pontos: o turismo e a compra de imóveis por estrangeiros.

Em Portugal, há uma brecha na legislação tributária que, na prática, permite que imóveis alugados por curta duração —ou seja, para turistas, como na plataforma AirBNB— sejam menos taxados do que nos contratos de locação tradicionais, em que o imposto pede chegar a quase 30% do valor da renda.

Com isso, muita gente decidiu apostar no segmento, movimentando o mercado de compra de imóveis.

E mais: muitos senhorios decidiram abandonar os inquilinos de longa duração para entrarem também no ramo dos aluguéis para turistas, gerando uma forte alta também no valor dos aluguéis na cidade.

Para completar, o mercado de imóveis também virou porta de entrada para a autorização de residência de estrangeiros em Portugal.

Desde 2012, existe um programa de concessão de vistos de residência para estrangeiros que invistam pelo menos € 500 mil (cerca de R$ 1,65 milhão) em imóveis. Se a propriedade tiver mais de 30 anos ou estiver em uma zona que precise de restauração, o valor cai para € 350 mil (R$ 1,15 milhão).

Traremos novas informações sobre este mercado.

Sergio Bergen

Consultor de investidores interessados em compra de imoveis para uso ou renda, no Brasil, Estados Unidos e Canadá, para fins de planejamento e gestão patrimonial, com foco na segurança, valorização, e geração de renda recorrente no longo prazo. Conta com uma rede de parceiros nas cidades mais procuradas do mundo, e profissionais com experiência em transações internacionais, de preferência que falam portugues, para orientar em aspectos de legislação, planejamento tributário, fiscal e sucessório, remessa de divisas, administração de propriedades.

Comentários

mautic is open source marketing automation